Joelho valgo: como este problema pode lhe afetar

A perna é um mecanismo complexo. Quando algo está errado – e você sofre de desconforto no tornozelo, joelho ou quadril, pode haver muitos fatores em jogo. Mas, uma disfunção de movimento pode ser superada com o conselho certo.

 

Ao longo de nosso crescimento ganhamos hábitos ruins, seja com a prática de esportes sem a devida orientação ou até o excesso de impacto como ocorre nos jogadores de basquete. Desde então, muitos jogadores tiveram problemas crônicos nas pernas devido ao impacto.

O culpado pode muito bem ter sido algo conhecido como “joelho valgo”, e é fácil para os praticantes de exercícios detectarem. Ao olhar para si mesmo de frente para a posição de agachamento, seus joelhos devem seguir o meio do pé e ficar lá de forma estável. Se os joelhos se moverem lateralmente para dentro, em direção à linha central do corpo, isso destacará uma instabilidade no complexo da perna, e é isso que chamamos de joelho valgo.

Os grandes músculos da perna (isquiotibiais e quadriceps) agem na articulação do joelho para abrir e fechar para frente e para trás como uma dobradiça; esse é o plano dominante de movimento para o joelho.

 

Por que o joelho valgo é um problema?

Por causa de sua anatomia, o joelho é projetado para lidar principalmente com forças verticais. Qualquer movimento para dentro da articulação coloca forças excessivas nos tecidos moles ao redor do joelho e pode resultar em danos. Com o tempo e com o resultado das tensões repetitivas, a dor pode se desenvolver no joelho. Ele também pode causar dor mais acima e mais abaixo da perna (no quadril ou no tornozelo), pois o desvio pode transmitir a produção de força alterada para áreas acima e abaixo do joelho.

O impacto de um movimento interno no joelho pode afetar toda a parte inferior do corpo.

 

O quer você pode fazer em relação ao joelho valgo?

O joelho valgo pode se manifestar congenitamente ou estruturalmente e, nesses casos, deve ser tratado por um profissional, como o fisioterapeuta. No entanto, existem muitos cenários em que o problema aparece como resultado de uma disfunção de movimento. Nesses casos, corrigir o problema é tão simples quanto tomar consciência do problema e, em seguida, dominar a forma de ativar os músculos do corpo da maneira correta.

Conhecimento é o primeiro passo. Estar ciente de que esse hábito coloca suas articulações em uma posição vulnerável pode ser o suficiente para que você se concentre na técnica e comece a desenvolver hábitos mais saudáveis.

 

Como superar o joelho valgo

A chave para superar essa questão é reconhecer que seu corpo desenvolveu essa “memória muscular” ao longo do tempo e será preciso um esforço consciente para superá-la.

1. Comece fazendo um conjunto de agachamentos, correndo ou pulando na frente de um espelho. Se você não pode fazer isso, filme-se com a câmera do celular.

2. Execute a ação lentamente, concentrando-se em manter o joelho verticalmente acima do meio do pé. Pode parecer difícil ou antinatural no inicio, porque os músculos não estão acostumados a ativar dessa maneira.

3. Uma vez que se torne mais natural e você não tenha que lutar conscientemente contra o velho hábito, comece a adicionar mais intensidade (ou seja, mova-se mais rápido se você estiver correndo ou adicione peso se estiver de cócoras).

 

Você começara a sentir mais queimação nos glúteos quando esses músculos começarem a ficar mais fortes.

Esteja ciente de que, se você deixar seu corpo voltar ao modo antigo de fazer as cosias, estará reforçando ainda mais o mau hábito e tornando mais difícil a mudança.

 

Nós, da Guyme Fitness te aconselhamos a reservar um tempo para se concentrar na correção do seu corpo e buscar auxilio profissional, assim você irá encontrar um melhor alinhamento, alivio de dores e bem-estar. Em nosso espaço contamos com um time de professores capacitados para lhe atender, seja na Musculação, ou em aulas de força, fortalecimento e aeróbico, também em aulas de correção postural. Ainda, contamos com atendimento fisioterapêutico que irá lhe auxiliar em todas as etapas de suas correções e no alivio de dores.




Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *